Site Paraná Previdência comenta pesquisa realizada pela Paraná Pesquisas sobre a avaliação da economia pelos empresários

Cai o otimismo das empresas

Depois de um ano de forte crescimento, os empresários estão menos otimistas com a economia em 2011. Levantamento da Paraná Pesquisas exclusivo para a Gazeta do Povo mostra que 77% das empresas paranaenses acreditam que haverá crescimento no próximo ano. Embora bastante elevado, o porcentual ficou quase 20 pontos abaixo do registrado pela pesquisa no ano passado. Em 2009, 96% dos empresários acreditavam em crescimento da economia em 2010.

 

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará– Registro TSE n.º CE-05755/2022 – Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual. – Agosto/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará – Registro TSE n.º BR-01028/2022 – Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal. – Agosto/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Pernambuco– Registro TSE n.º BR-08249/2022 – Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal.– Agosto/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Pernambuco– Registro TSE n.ºPE-05038/2022 – Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual – Agosto/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Goiás – Registro TSE n.º BR-09828/2022 – Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal – Agosto/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Goiás– Registro TSE n.º GO-07374/2022 – Situação eleitoral para Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual- Agosto/2022.

O (a) Sr.(a) diria que aprova ou desaprova a forma como o Presidente Jair Bolsonaro administra o Brasil?