Sintracoop comenta pesquisa realizada pela Paraná Pesquisas sobre relacionamento dos funcionários com o chefe

A falta de reconhecimento e de elogios são as duas maiores reclamações dos trabalhadores curitibanos em relação a seus chefes, de acordo com uma pesquisa exclusiva feita pelo Paraná Pesquisas para a Gazeta do Povo. Quase 15% dos empregados de empresas públicas e privadas da capital citam o não reconhecimento do esforço dos colaboradores como o maior defeito dos superiores. Outros 11% dizem que a falta de elogio aos bons resultados é o maior problema. Na sequência, aparecem as decisões equivocadas (11%), a resistência a novas ideias (9%) e a falta de capacidade em ensinar e a ajudar no desenvolvimento dos subordinados (5%).

 

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado da Bahia- Registro TSE n.º º BA-07579/2022-Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal em 2022 e avaliação da administração Estadual. Julho/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado da Bahia- Registro TSE n.º BR-00774/2022-Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal. Julho/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Rio Grande do Sul- Registro TSE n.º BR-08027/2022-Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal. Julho/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de São Paulo- Registro TSE n.º BR-n.º BR-03362/2022-Situação eleitoral para o Executivo Federal em 2022 e avaliação da administração Federal. Julho/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Rio Grande do Sul- Registro TSE n.º RS-07079/2022-Situação eleitoral para o Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual. Julho/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de São Paulo- Registro TSE n.º BR-03362/2022-Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual. Julho/2022.