Preço do aluguel residencial registra a maior alta dos últimos 11 anos

O preço do aluguel residencial subiu pelo nono mês consecutivo no Brasil. Segundo o índice FipeZAP+ de Locação, que analisa os valores em 25 cidades do país, foi registrado um aumento de 1,63% em março. Essa é a maior variação desde julho de 2011.

Apesar da alta, o crescimento do preço do aluguel ficou um pouco abaixo da inflação no período (1,62%), medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A única cidade analisada pela pesquisa que não teve aumento dos preços foi Pelotas, com queda de 0,07%. Nas capitais analisadas, a maior alta foi em Goiânia (4,93%) e a menor, em Porto Alegre (0,55%).

Confira os percentuais de crescimento no mês de março, segundo a pesquisa:

Goiânia: 4,93%
Fortaleza: 3,19%
Florianópolis: 3,05%
Salvador: 2,91%
Belo Horizonte: 2,62%
Curitiba: 2,27%
Rio de Janeiro: 1,86%
Recife: 1,26%
Brasília: 1,09%
São Paulo: 1,08%
Porto Alegre: 0,55%

Variação no trimestre

No primeiro trimestre do ano, a locação residencial acumulou alta de 4,07% e superou a inflação do período (3,20%).

Em 2022, todas as cidades monitoradas seguiram a tendência de elevação nos preços:

Goiânia: 14,20%
Florianópolis: 7,28%
Salvador: 7,09%
Fortaleza: 6,74%
Curitiba: 6,18%
Belo Horizonte: 4,75%
Rio de Janeiro: 4,63%
Recife: 4,59%
Brasília: 2,94%
São Paulo: 2,50%
Porto Alegre: 0,87%

Variação do aluguel nos últimos 12 meses

Em relação aos últimos 12 meses, a alta foi de 7,59%; variação menor do que a registrada pela inflação medida pelo IPCA (11,30%). Mais uma vez, nenhuma das cidades do índice registrou queda no valor do aluguel.

Goiânia: 21,46%
Fortaleza: 17,89%
Curitiba: 16,92%
Florianópolis: 15,91%
Recife: 13,33%
Belo Horizonte: 10,74%
Salvador: 8,96%
Rio de Janeiro: 7,30%
Brasília: 6,63%
Porto Alegre: 3,19%
São Paulo: 2,62%

Preço médio do aluguel

O preço médio do aluguel de imóveis residenciais foi de R$ 32,75/m² em março de 2022. Entre as capitais, São Paulo teve o valor mais elevado (R$ 40,69/m²), seguida por Recife (R$ 37,24/m²), Brasília (R$ 35,00/m²) e Rio de Janeiro (R$ 33,52/m²).

As cidades com menor valor de locação residencial foram Fortaleza (R$ 20,28/m²), Goiânia (R$ 22,42/m²), Porto Alegre (R$ 25,12/m²) e Curitiba (R$ 25,27/m²).

Fonte: R7 Notícias

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Destaque

Paraná Pesquisas divulga Pesquisa no Estado de Pernambuco – Registro TSE -n.º BR-03176/2022- Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal.– Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Minas Gerais- Registro TSE n.º MG 04957 2022 -Situação eleitoral para os Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual– Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Pernambuco- Registro TSE n.º PE 04682 2022-Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual– Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará- Registro TSE n.º BR-01705/2022-Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal – Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa Nacional contratada pela BGC Liquidez Distribuidora de Títulos Mobiliários Ltda– Registro TSE -BR-09280/2022- Situação eleitoral para o Executivo Federal em 2022 e Avaliação da administração Federal – Maio/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará- Registro TSE n.º CE-06551/2022 -Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual- Maio/2022.

Se as eleições para Presidente do Brasil fossem hoje e os candidatos fossem esses, em quem o(a) Sr.(a) NÃO votaria de jeito nenhum?