Portal Curta Mais divulga pesquisa realizada no Estado de Goiás sobre a disputa eleitoral para Presidente do Brasil

Em Goiás, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o preferido para a Presidência da República em 2018. Lula lidera com 28,2% das intenções de voto entre os goianos, seguido pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que pontua 24,7%. Foi o que mostrou uma pesquisa divulgado pelo Instituto Paraná Pesquisas nesta quarta-feira (13/12)

Leia a matéria na íntegra

Sem título

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Destaque

Paraná Pesquisas divulga Pesquisa no Estado de Pernambuco – Registro TSE -n.º BR-03176/2022- Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal.– Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Minas Gerais- Registro TSE n.º MG 04957 2022 -Situação eleitoral para os Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual– Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Pernambuco- Registro TSE n.º PE 04682 2022-Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual– Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará- Registro TSE n.º BR-01705/2022-Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal – Maio/2022.

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa Nacional contratada pela BGC Liquidez Distribuidora de Títulos Mobiliários Ltda– Registro TSE -BR-09280/2022- Situação eleitoral para o Executivo Federal em 2022 e Avaliação da administração Federal – Maio/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará- Registro TSE n.º CE-06551/2022 -Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual- Maio/2022.

Você acredita que a nova lei Henry Borel, sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro vai fazer com que os casos de violência doméstica contra crianças e adolescentes diminua?