Paraná Online comenta pesquisa realizada pela Paraná Pesquisas sobre a opinião dos curitibanos a respeito da legalização da maconha


O deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) pretende começar, na próxima semana, pela Câmara dos Deputados, a coleta de assinaturas para que seja feito um plebiscito sobre a legalização da maconha no Brasil. Ontem, participantes da audiência pública contra a legalização da droga aprovaram, ontem, na Câmara de Curitiba, um referendo para decidir sobre o tema, como proposto pelo deputado. “Somos contra a decisão do STF, que não debateu a posição da família”, alegou o vereador Valdemir Soares (PRB), organizador da audiência. “Só quem tem um viciado na família sabe o que acontece”, acrescentou.

 

Segundo ele, levantamento do Instituto Paraná Pesquisas revela que 76% dos paranaenses são contra a legalização das drogas no País. O secretário Antidrogas de Curitiba, Hamilton Klein, delegado da Polícia Federal, afirmou que a repressão às drogas não é a melhor saída, mas sim a educação e prevenção do uso das drogas. “Com a educação se reduz o número de usuários, com a redução dos usuários reduz o tráfico”, afirmou Klein. Klein explicou que a maconha vendida hoje chega a ter 60% mais tetraidrocanabinol – também conhecido como THC, principal substância psicoativa -o que a torna tão pesada como a cocaína.

 

Leia Mais Notícias

Em um eventual segundo turno para Presidente do Brasil entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro, em quem o(a) Sr(a) votaria?

Em um eventual segundo turno para Presidente do Brasil entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro, em quem o(a) Sr(a) votaria?