Jornal Diário do Noroeste comenta pesquisa realizada pela Paraná Pesquisas sobre a avaliação da administração municipal e dos serviços públicos na cidade de Londrina

AS DENÚNCIAS SOBRE corrupção no setor de saúde fizeram despencar os índices de aprovação do prefeito de Londrina, Barbosa Neto (PDT). Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas mostra que 52,48% desaprovam a gestão; 42,86% aprovam e 4,66% não sabem/não opinaram. Em 20 opções sugeridas, o setor de saúde tem desaprovação de 65,60%; segurança pública 43,73%; asfalto 18,51%; drogas 14,87%; educação 10,64%.

 

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de Goiás– Registro TSE n.º GO-07374/2022 – Situação eleitoral para Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual- Agosto/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa Nacional contratada pela BGC Liquidez Distribuidora de Títulos Mobiliários Ltda– Registro TSE -n.ºBR-05251/2022- Situação eleitoral para o Executivo Federal em 2022 e Avaliação da administração Federal-Agosto/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de São Paulo – Registro TSE n.ºBR-03035/2022 para o cargo de Presidente e n.ºSP-03818/2022 para os cargos de Governador e Senador. Com o objetivo de avaliar a situação eleitoral para o Executivo Federal, Estadual e Legislativo Federal em 2022 e avaliação das administrações Federal e Estadual. Julho/2022.

Destaque

Avaliação dos Governadores(as).

Destaque

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará – Registro TSE n.ºBR-03182/2022 – Situação eleitoral para o Executivo Federal e avaliação da administração Federal. Julho/2022.

Pesquisas

Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado do Ceará – Registro TSE n.ºCE-05080/2022 – Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual. Julho/2022.

O(a) Sr. (a) diria que aprova ou desaprova a forma como o Presidente Jair Bolsonaro administra o Brasil?