Intranet da Copel comenta pesquisa realizada pela Paraná Pesquisas sobre a opinião dos curitibanos com relação à alta da inflação e dos juros

Curitibano crê que inflação vai piorar


A imensa maioria dos curitibanos já sentiu os efeitos da inflação no seu orçamento. Sondagem do instituto Paraná Pesquisas, que ouviu 416 habitantes na capital, revela que 88% dos habitantes da capital já veem os estragos provocados pela correção e 61% acreditam que a inflação ainda vai subir bastante em 2011.


Muito antes de os economistas começarem a bater na tecla da aceleração da inflação, os consumidores já vinham sentindo na vida real as altas de preços em setores como alimentos, energia, água e telefonia, além de aluguel e transporte. Segundo Murilo Hidalgo Lopes de Oliveira, diretor da Paraná Pesquisas, a população está percebendo no dia a dia onde estão os aumentos. “É o almoço fora de casa, a mensalidade da escola, o aluguel. Tudo isso está pesando mais no bolso”, diz. Por outro lado, a renda e o emprego em alta estão sustentando a demanda, mesmo com a inflação mais alta.

 

Pesquisas

Pesquisa Bahia – Situação eleitoral para o Executivo Estadual em 2022 e Avaliação da Administração Estadual – Novembro/2021

Pesquisas

Pesquisa Bahia – Situação eleitoral para o Executivo Federal em 2022 e Avaliação da Administração Federal – Novembro/2021

Pesquisas

Pesquisa Nacional – Situação eleitoral para o Executivo Federal em 2022 e avaliação da administração Federal – Novembro/2021

Pesquisas

Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal em 2022 e Avaliação da Administração Estadual/ Novembro 2021

Pesquisas

Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Situação eleitoral para o Executivo Federal e Avaliação da Administração Federal/ Novembro 2021

Pesquisas

Pesquisa Nacional – Temas atuais/Novembro 2021

Se as eleições para Presidente do Brasil fossem hoje e os candidatos fossem esses, em quem o(a) Sr(a) votaria?

Se as eleições para Presidente do Brasil fossem hoje e os candidatos fossem esses, em quem o(a) Sr(a) votaria?